Arquivo da categoria: Arte

Artista da Vez: Leonardo da Vinci

Padrão

Leonardo di ser Piero da Vinci foi um renascentista italiano polímata: pintor, escultor, arquiteto, músico, cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, geólogo, cartógrafo, botânico e escritor, além de gênio. Era conhecido como um homem de “curiosidade insaciável” e “imaginação febril inventiva”, também é considerado um dos maiores pintores de todos os tempos e como possivelmente a pessoa dotada de talentos mais diversos a ter vivido. Segundo a historiadora de arte Helen Gardner, a profundidade e o alcance de seus interesses não tiveram precedentes e “sua mente e personalidade parecem super-humanos para nós, e o homem em si misterioso e distante”.  Marco Rosci, por outro lado, afirma que enquanto há muitas especulações sobre Leonardo, sua visão sobre o mundo era essencialmente lógica e que seus métodos empíricos utilizados para a época eram incomuns.

Auto Retrato. Proporções da Figura Humana.

Leornardo escrevia da direita para a esquerda utilizando um espelho para inverter a escrita. Por ser canhoto, dessa forma, facilitava a sua escrita e impossibilitava sua mão manchar a tinta ainda fresca no papel. O motivo dessa escrita, acredita ser, para prevenir o acesso não autorizado de pessoas às suas ideias e invenções. Clique na imagem acima para ampliar.

Mona Lisa.

Essa pintura de Da Vinci se tornou tão famosa que dispensa comentários, né?! Mas é sempre bom lembrar seus detalhes. A pequena tela conhecida como Mona Lisa ou “la Gioconda” tem o sorriso indescritível. O mistério existe talvez pelas suaves sombras que o artista aplicou próximo a boca e aos olhos até que a real natureza do sorriso não pode ser determinada. Essas sombras utilizadas na obra são conhecida como “sfumato“. Vasari disse “o sorriso é tão agradável que parecia mais divino do que humano, e aqueles que o viram ficaram maravilhados por perceber que parece tão real quando o original”.

Virgin of the Rocks.

A Virgem e o Menino com Santa Ana.

A Última Ceia.

Eu gostaria de aproveitar para parabenizar todos os Leonardos que existem! Ter um nome de gênio é sem dúvida um passo para muito sucesso e alegria! Um parabéns super especial para o meu sobrinho que nasceu hoje! A felicidade é muito grande ao ver o sorriso do Leonardo! Parabéns para os papais mais lindos do mundo! Parabéns pela família linda! Amamos vocês! ♥

Fonte:   Insource Technology     /     Wikipedia       /      Wikipédia

Anúncios

Chegaram os Grandes Arquitetos!

Padrão

Nesse post aqui eu falei sobre a Coleção Grandes Arquitetos da Folha que eu encomendei e chegoooou!

Tem agora 6 grandes arquitetos para conversar, pesquisar e conhecer melhor aqui na minha sala! Hehehe! Tô adorando, chegou ontem e no tempo livre eu leio e perco a hora! Você pode comprar por lotes, eu comprei o primeiro lote que vem os seis primeiros livros da coleção, que são esses da foto acima (que eu tirei, fiquei orgulhosa da foto! haha)! Pedi o primeiro lote porque vem com Gaudí e Niemeyer (claaaro), estou conhecendo outros grandes arquitetos e estou cada vez mais fascinada!

Você pode comprar a Coleção Grandes Arquitetos da Folha aqui. Assinante da Folha ou da UOL tem descontos, mas quem não é assinante de nenhum dos dois também é muito bem vindo para comprar (o meu caso, hehe)!

Espero que gostem da minha indicação, vale a pena!

Fonte: Puta Crânio  /  Folha

Artista da Vez: Lucian Freud

Padrão

Lucian Michael Freud nasceu em Berlin em 20 de junho de 1922 e morreu em 22 de setembro de 2002. Mudou-se com sua família para a Inglaterra em 1933, onde foi naturalizado. Iniciou seus estudos em Central School of Art, em Londres e logo em Cedric Morris’s East Anglian School of Painting and Drawing em Dedham. Sua primeira exposição solo foi em 1944 na Lefevre Gallery. Freud tinha como tema principalmente as pessoas de sua vida: amigos, família, colegas pintores, amantes, crianças, etc. Como ele disse: “O assunto é autobiográfico, é tudo a ver com esperança, memória, sensualidade e envolvimento real.”

Lucian Freud

“Eu pinto pessoas  não precisamente pelo que elas parecem, não exatamente pelo que elas são, mas em como elas se tornaram.” Lucian Freud.


Imagens nítidas de sua juventude vai contrastar com as obras de sua maturidade, pinturas cheias de vida e animação, cada um, à sua maneira, uma celebração. Tate Britain

Fonte: Tate Britain

Artista da Vez: Gustav Klimt

Padrão

Gustav Klimt nasceu em 14 de julho de 1862, em Viena, e morreu em 6 de fevereiro de 1918. Foi um pintor austríaco simbolista e também destacado dentro do movimento Art Nouveau, fundou o movimento de Secessão de Viena, ou Secessão Austríaca, que foi o protesto dos artistas às normas tradicionais, artísticas e étnicas da época, era uma busca de estabelecerem uma identidade de grupo para o país.

Klimt.

Klimt. Adele Bloch Baue. 1907.

Klimt. Hygeia. 1898

Klimt. Danae. 1907-08.

Klimt. The Kiss. 1907-08.

Em “O Beijo” (1907/08), ou Der Kuss no original em alemão, baseado em si mesmo e na sua amante Emilie, a mulher fatal aparece submissa, comunica uma sexualidade latente. “O Beijo” constitui o auge do período dourado e torna-se o emblema da Secessão.

Klimt. The Virgin. 1912-13.

Klimt. Judith I. 1901.

O filme “Klimt” foi lançado em 2006 e tem como diretor Raoul Ruiz. Quem interpreta Klimt no filme é o ator John Malkovich. O filme relata a história de Klimt e suas pinturas sensuais que passaram a representar o estilo Art Nouveau do final do século 19 e início do século 20.

Klimt. O Filme.

Fonte: Gustav Klimt / Secessão de Viena / Klimt [Filme] IMDB

Coleção Grandes Arquitetos

Padrão

Fiquei tão animada com essa coleção que decidi publicar aqui: Coleção Grandes Arquitetos da Folha. São 18 livros sobre os maiores arquitetos do mundo como, Wright, Niemeyer, Gaudí, etc ! Achei maravilhoso a maneira como foi organizado, veja aqui.

Cerca de 50 imagens, incluindo fotografias, desenhos, plantas baixas e croquis permitem ao leitor contextualizar prestigiadas obras desenvolvidas pelo arquiteto, bem como identificar seu estilo e marca pessoais registrados em cada trabalho. Uma seleção de projetos inéditos de cada arquiteto é apresentada em cada volume, oferecendo ao leitor a possibilidade de conhecer projetos nunca construídos, ao lado de plantas e desenhos do que foi originalmente idealizado. Cada volume encerra-se com uma reunião de idéias, entrevistas e pensamentos pessoais do arquiteto.

Eu já sei o que vou me dar de presente de Natal! ♥

Fonte: Puta Crânio  /  Folha

Um novo AMO

Padrão

Durante esse tempo de “ausência” aqui no blog, estava pensando, pesquisando e criando um novo layout para o meu AMO! Está pertinho da comemoração de 1 ano do blog e resolvi mudar um pouco a cara e a estrutura do blog! Agora, teremos mais temas: beleza, makeup, gastronomia, dicas de viagens e decoração, além de artes, o tema principal desse blog! : )

Página antiga do AMO.

Em Beleza, vou compartilhar dicas, truques de beleza, bons produtos para cabelo, corpo e rosto. Em Makeup, claaaro: maquiagem, tutoriais e maaais dicas, tudo falando sobre os produtinhos de makes! Gastronomia!!! Amooo comida!!! Aqui vou compartilhar boas receitinhas que faço e que eu repito sempre e sempre de tão deliciosas que são! Dicas de Viagens: é onde quero compartilhar com vocês boas dicas de alguns lugares que já visitei, dicas de qual meio de transporte usar, onde comer e qual lugar visitar!!! Obaaa!!! Na Decoração vou por em prática passo a passo de como fazer mosaico, telinhas e outras ideias (e dicas fáceis) que quero compartilhar com vocês para decorar a casa! A Arte já existia no blog, posts sobre pintores e escultores que gosto, também irei falar sobre cinema e jogos para pc ou consoles.

Tudo isso foi pensado para completar a ideia inicial do blog “de tudo que amo”! Agora, vou compartilhar com vocês dicas, ideias e truques de Beleza, Makeup, Gastronomia, Dicas de Viagens, Decoração e Arte! Espero que gostem do novo AMO! <3

Artista da Vez: Camille Claudel

Padrão

Não há como descrever a vida de Camille sem citar (várias vezes) Rodin.  A vida dela foi tão intensa, com tanta paixão, arte e loucura que é difícil saber por onde começar a descrever tantas coisas incríveis e marcantes.

Camille Athanaïse Cécile Cerveaux Prosper (nome artístico: Camille Claudel) nasceu na cidade de Aisne, França, em 8 de dezembro de 1864, passou a infância brincando de esculpir com barro e ossos. Aos 17 anos, mudou-se para Paris com o incentivo do pai para estudar escultura.

Camille Claudel.

“A senhorita já teve aulas com Auguste Rodin?”.  Na época, Rodin ainda não era famoso, mas Paul Dubois, diretor da Escola Nacional de Belas-Artes, ao conhecer seus trabalhos notou grande semelhança aos de Rodin. Em 1883,  Camille tinha 19, Rodin 45, ele entrou em seu ateliê cheio de si e não fez nenhum elogio as suas obras, apenas apontou defeitos.  Mas todos sabem que ele gostou do que viu e dois anos depois chamou Camille para trabalhar com ele nas obras As Portas do Inferno e Os Burgueses de Calais.

Camille Claudel. Sakountala ou L'Abandon. 1886-1905.

Sabe-se do caso de amor deles apenas em 1886 através das cartas que trocavam, mas não se sabe desde quando o romance iniciou. Rodin era casado, tinha um filho com Rose Beuret, quem nunca deixou para ficar com Camille.

Mas Camille estava apaixonada e, em 1888, deixou a casa dos pais e passou a viver numa casa alugada por Rodin, que eles chamavam de “retiro pagão”. “Eles passam a freqüentar lugares públicos, tornando-se amantes assumidos. O que era um escândalo para a época”, afirma Liliana Wahba, psicóloga brasileira autora de Camille Claudel: Criação e Loucura. Essa fase da vida de ambos é marcada por obras de intensa sensualidade.

 

Camille Claudel. La Valse ou les Valseurs. 1889-1905. (Visão 1)

Camille Claudel. La Valse ou les Valseurs. 1889-1905. (Visão 2)

 

Camille Claudel. La Vague ou Les Baigneuses. 1897-1903.

Camille Claudel. L'Âge mûr. 1894-1900.

Em 1892, Camille bandona o “retiro pagão” devido ao aborto, não se sabe se foi natural, e decide deixar Rodin. Em 1898 rompem definitivamente o romance, Camille passa a morar em seu estúdio, passa por problemas financeiros e psicológicos, ela acreditava que havia um complô de Rodin contra ela. Depois de 1906 ela destrói tudo que esculpe, joga no rio Senna ou enterra, acredita que Rodin a persegue e quer destruí-la. Após a morte de seu pai, sua família arranjou uma certidão médica (ela foi diagnosticada como portadora de delírio paranóico), e Camille foi levada à força para um hospício, onde passou os últimos 30 anos de sua vida e jamais voltou a esculpir. Camille Claudel morreu em Paris, 19 de outubro de 1943.

É apenas um resumo de uma história longa, intensa e cheia de detalhes de Camille Claudel, vale a pena ler o livro “Camille Claudel: criação e loucura” de Liliana Wahba e também assistir o filme de Bruno Nuytten “Camille Claudel” de 1988.

Fonte:
A vida de Camille é incrível e vale a pena ler mais detalhes nesse link:
Camille Claudel – Arte, paixão e loucura
Também acesse o site oficial:  Camille Claudel

Este foi uma dica da Luciana para um post aqui no Amo! Já havia feito um trabalho sobre ela em uma disciplina de Belas Artes e já a admiro faz tempo. Obrigada pela lembrança, Luciana! Espero que goste desse post!  :)

Vai um Tutorial aí?!

Padrão

Tutorial de pintura digital! Aaaah! É muita novidade pra mim, estou estudando pintura digital e esse tutorial me ajudou 90% em muita coisa, acho mais do que justo compartilhar com vocês.  Nesse vídeo (abaixo) tem todo o processo da pintura digital, com ótimas dicas e no link tem o download das brushes usadas no vídeo! (tem noção?!) Agora é só por as mãos nos pixels!

Esse link vai para a página do DeviantArt da artista francesa Diane Özdomar, lá tem todos os 8 links para os tutoriais e também o download das Brushes. Vou deixar aqui  no blog o link para o primeiro vídeo, mas não deixe de assistir até a última parte! : )

Pintura com Shapcott

Padrão

Descobri a pouco tempo o artista americano Michael Shapcott! Ele mistura em suas telas (que vi no tutorial logo abaixo) tinta acrílica dissolvida em água. Também vi em seus tutoriais que, após a secagem da tinta acrílica, ele utiliza a aplicação de tinta a óleo (para iluminar e dar brilho), até onde eu sei (a mistura das tintas) poderia craquelar a pintura, não sei o método que ele usa, se alguém souber, deixem no cometário, por favor! : ) Ah! A única coisa que não mostra no vídeo que eu acredito que ele usa é um bom fixador para o grafite na tela!

Michael Shapcott é um artista brilhante! Amei o trabalho dele, colorido, desenhos com traços marcantes e sempre com fortes expressões. Lindo! Pra quem se interessou, confere o site e a página do vimeo dele:

Michael Shapcott: Site Oficial e Vimeo

Artista de Vez: Bouguereau

Padrão

Faz tempo que eu não dou as caras por aqui e tenho boas novas! Fui convidada para participar uma vez por semana no blog Tem Na Fotografia para escrever sobre artes (fiquei super feliz pelo convite!!!)! Minha Tag se chama “Arte em Vista” e publico todas as quintas-feiras lá no blog! Deem uma olhada!

Hoje eu publiquei no Tem Na Fotografia um novo post sobre  William-Adolphe Bouguereau, a minha ideia seria nunca repetir os pintores no meu blog e no Tem Na Fotografia mas eis que hoje eu tive uma ideia! Vou abordar o mesmo tema de maneira diferente aqui no meu amo! Sempre pesquisei sobre pintura (por isso a existência do meu blog, e o convite (êêê) para escrever sobre arte) e tenho pesquisado ultimamente sobre tutoriais de pintura digital e pensei em compartilhar isso aqui com vocês, aproveitei o tema Bouguereau para compartilhar bons tutoriais sobre pintura digital.